Sentir-se seguro é, sem dúvida, um dos fatores mais importantes na busca pela qualidade de vida.

E nós sabemos que algumas cidades acabam sendo mais seguras que outras, especialmente cidades menores.

Pensando nisso, o Instituto Sou da Paz elaborou um ranking com as cidades menos e mais violentas de São Paulo.

Para estabelecer essa lista, o instituto utilizou o Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV), que tem como base os números de crimes letais, estupros e crimes contra o patrimônio.

Mostraremos, a seguir, quais são as 8 cidades mais seguras de São Paulo para morar. E como não é só a segurança que importa, falaremos um pouco sobre cada uma dessas cidades e o que elas têm a oferecer. Confira!

Cidades mais seguras de São Paulo para se Morar 

  1. Vinhedo

A primeira colocada desse ranking fica a 75 km da capital paulista, próximo a Campinas, e tem cerca de 77 mil habitantes. A cidade apresentou uma redução de 61% nos índices de violência, além de não ter nenhum homicídio registrado desde agosto de 2017.

Tampouco há registros de roubos a banco e os registros de roubos são baixíssimos.

O principal diferencial da cidade para a segurança são as 213 câmeras espalhadas pela cidade e uma guarda-municipal que é referência na proteção à cidade e aos cidadãos.

Além disso, essa questão é trabalhada nas escolas, fortalecendo a ideia de que é bom viver em uma cidade segura.

E Vinhedo não é apenas segura, também tem qualidade de vida. Mais de uma vez esteve entre as cidades com IDH (índice de desenvolvimento humano) mais alto.

Por isso, é muito procurada por quem busca tranquilidade e segurança: uma das cidades mais seguras de São Paulo.

 

  1. São José do Rio Pardo

Não confunda essa segunda colocada com outra cidade de nome bem parecido – São José do Rio Preto.

Com quase 55 mil habitantes, São José do Rio Pardo é conhecida por ter sido onde o escritor Euclides da Cunha escreveu sua obra prima, Os Sertões, um clássico da literatura brasileira.

A cidade preserva ainda a cabana onde o escritor trabalhava e a casa que morou com sua família. Esses dois imóveis funcionam hoje como atrações turísticas e contam um pouco sobre a vida do escritor e da cidade.

O IDH de São José do Rio Pardo também é alto, o que significa que, além de segura, também é uma ótima cidade para morar, com boa qualidade de vida e possibilidades de desenvolvimento.

  1. São Caetano do Sul

Localizada no ABC paulista, São Caetano do Sul tem cerca de 150 mil habitantes e um IDH também bastante alto.

Devido à alta densidade demográfica (ou seja, há muita gente em pouco espaço), a cidade apresenta um crescimento vertical, com grande número de prédios, tanto residenciais como comerciais.

Há também, no município, diversas opções de parques, teatros e museus para se divertir e aproveitar com a família.

A cidade também é muito procurada por quem vai à capital, já que é um dos melhores municípios da região metropolitana e uma das cidades mais seguras de São Paulo para morar.

 

  1. Franca

A 400 km da capital paulista, Franca é conhecida como a capital nacional do calçado.

Com mais de 350 mil habitantes e alto IDH, Franca atrai também diversas empresas nacionais e internacionais, especialmente as relacionadas a tecnologias e a energia solar.

O município tem qualidade de vida muito boa, é um importante centro urbano, comercial e industrial e foi eleita como a cidade com melhor rede de esgoto entre os municípios brasileiros com mais de 300 mil habitantes. É um ótimo lugar para morar!

 

  1. Olímpia

A Estância Turística de Olímpia tem o título de Capital Nacional do Folclore e apresenta todo ano o Festival do Folclore. Esse festival reúne diferentes grupos de todo o país, que mostram as danças típicas de suas regiões.

Localizada a 430 km da capital paulista e com uma população de mais de 50 mil habitantes, Olímpia é uma cidade bastante turística e com IDH bastante alto. Por isso, também é considerada uma das cidades mais seguras de São Paulo.

 

  1. Santa Bárbara D’Oeste

 Localizada a 138 km da cidade de São Paulo e parte integrante da região metropolitana de Campinas, Santa Bárbara D’Oeste tem quase 200 mil habitantes e alto IDH.

Considerada o berço da indústria automobilística do Brasil, já que foi sede da produção do primeiro automóvel produzido no país, também foi o primeiro município brasileiro fundado por uma mulher: Margarida da Graça Martins foi a responsável pela doação do terreno onde foi construída a matriz da cidade.

 

  1. Taquaritinga

Distante 333 km da capital paulista e com mais de 56 mil habitantes, Taquaritinga tem a economia baseada especialmente no agronegócio e na prestação de serviços.

Com alto IDH, a cidade tem grande influência da cultura italiana, especialmente do Sul da Itália. É uma cidade de relações, cultura, entretenimento e arquitetura predominantemente conservadores.

 

  1. São João da Boa Vista

Com alto IDH e uma população de mais de 90 mil habitantes, São João da Boa Vista está localizada a 218 km da capital paulista. É uma cidade com várias indústrias, pois o governo municipal oferece benefícios para instalação na região. Além disso, conta com amplo comércio e boa infraestrutura.

Independentemente da cidade em que você vive, segurança é sempre fundamental. Por isso, conte sempre com os serviços de empresas de segurança, como a Intersept, veja as demais dicas de segurança que temos para você e leve o aplicativo Bairro Seguro para sua região.