Com a chegada do verão, é comum que as famílias saiam para a esperada viagem de férias. Porém, junto com isso, vem a preocupação com a segurança da residência, já que todos vão ficar ausentes.

Nessas situações, é possível tomar algumas atitudes preventivas que poderão fazer com que os criminosos desistam do roubo antes de tentar entrar na sua casa.

Preparamos este post com o auxílio do consultor especialista em segurança Emir Pinho*, listando 7 cuidados para ter com a casa antes da viagem de férias. Confira!

1. Invista em segurança eletrônica

Contratar um sistema de segurança é importante em todas as situações. Dê preferência para aqueles que estejam integrados a sistemas de monitoramento ou serviços de acompanhamento de chegadas e saídas do local.

Além disso, você também pode contar com cercas elétricas e alarmes e, se necessário, ter o auxílio de uma empresa de segurança — que, preferencialmente, deve ser contratada por todos do bairro.

Atualmente, é possível encontrar vários sistemas de segurança que permitem o acompanhamento, via Internet, das câmeras da residência, possibilitando que você verifique como está a sua casa a qualquer momento.

Contando com isso, durante a viagem basta conseguir acesso à Internet via celular, tablet ou computador que você poderá acessar o sistema de segurança e, se houver necessidade, solicitar apoio.

2. Tenha cuidado com as luzes

Uma coisa é fato: ladrões não gostam de luz, pois ela atrapalha a sua ação. Sendo assim, verifique a iluminação pública do seu bairro, visto que ela, por si só, pode ser uma ferramenta eficiente para espantar os intrusos.

Ainda vale lembrar de que a ausência ou presença permanente de iluminação na residência mostra que os donos estão ausentes. Por isso, aquela dica de deixar uma luz acessa durante a viagem acaba não funcionando como esperado. O ideal é contar com um sistema inteligente de iluminação para o entorno da sua casa — assim, ele acenderá e apagará as luzes conforme programado.

Outra opção são os aparelhos de fotocélula, que ligam ou desligam as luzes de acordo com a iluminação natural. Elas acendem quando o dia escurece e apagam assim que detectarem claridade no ambiente.

Assim, cria-se a impressão de movimentação na casa, além de também ser uma boa ferramenta para economizar energia.

3. Avise os vizinhos sobre a sua ausência

Converse com os vizinhos mais próximos e com a empresa de monitoramento sobre a sua viagem, estipulando ações para que eles observem a sua residência e meios de contato para avisar sobre qualquer ocorrência. Dessa forma, eles poderão tomar medidas preventivas em caso de circulação de pessoas ou veículos suspeitos pelo bairro.

Tenha, também, alguém de confiança para buscar a sua correspondência e não deixá-las acumuladas na sua caixa de correios, pois isso mostrará aos intrusos que a casa está vazia.

4. Diminua a vulnerabilidade da sua residência

Quando se fala em segurança, é preciso conhecer algumas informações sobre a ação dos ladrões de residências. Listamos abaixo algumas características bem recorrentes:

  • são hábeis escaladores e saltadores;
  • nem sempre portam ferramentas, mas podem carregar uma arma;
  • costumam verificar se estão sendo observados antes de agir;
  • praticam a “lei do menor esforço”;
  • nem sempre criam oportunidades, mas aproveitam as brechas encontradas.

Por isso, algumas medidas podem reduzir o risco de furtos. Primeiro, imagine como você tentaria entrar em sua casa se perdesse a chave: por onde você entraria? Alguma janela fácil de abrir por fora? Alguma porta mais fácil de arrombar?

Analise todo o cenário. Assim você identificará vulnerabilidades da sua residência e poderá trabalhar na melhoria desses pontos, dificultando a entrada de intrusos. Algumas dicas para isso são:

  • nunca deixe escadas, andaimes ou caixotes no pátio, já que eles podem auxiliar o acesso aos pisos superiores ou ao telhado;
  • invista nas barreiras, como muros e grades, arbustos com espinhos, cercas energizadas e alarmes;
  • não deixe caixas de equipamentos novos visíveis no lixo de sua casa.

Fazendo isso, você reduz os riscos de roubo, além de aumentar as chances de os meliantes não obterem sucesso na hora de tentar invadir.

5. Evite comentar publicamente sobre a viagem

Viajar para aproveitar as férias é, com certeza, motivo de muita animação. Porém, evite comentar os planos da família sobre datas de saída e retorno, porque essas informações são de interesse dos ladrões.

Avise apenas as pessoas próximas e de confiança, que vão auxiliar na manutenção da residência e no cuidado com a segurança. Assim, você evita que estranhos tenham conhecimento da viagem, dificultando o planejamento dos ladrões.

Cuide também das redes sociais: é comum compartilhar fotos durante a viagem. Nesses casos, verifique as opções de privacidade e compartilhe essas postagens apenas com as pessoas mais próximas e de confiança.

6. Confira as trancas e janelas

Quando você for viajar, a casa precisa ser bem trancada para evitar todo tipo de incômodo, de ladrões a animais. Confira todas as trancas e janelas que podem servir como acesso externo. Se for possível, instale reforços nos portões, portas e janelas. Mesmo os acessos no segundo andar merecem atenção, pois os ladrões podem escalar.

Outro ponto importante é não deixar a chave do imóvel escondida pelo terreno, naqueles locais que você e sua família consideram secretos, visto que os intrusos podem estar observando o local com antecedência e poderão ver em que local a chave foi escondida. Essa dica vale para qualquer situação, independentemente de viagem.

7. Desligue os aparelhos eletrônicos e registros

A maior preocupação durante uma viagem costuma ser a ocorrência de roubos à residência. Entretanto, também é preciso ter alguns cuidados em relação aos aparelhos eletrônicos.

O ideal é desligá-los da tomada ou programá-los para trabalhar com economia de energia — como é o caso das geladeiras e freezers, que não podem ser desligados. Fazendo isso, além de evitar problemas que podem ocorrer com trovoadas e descargas elétricas durante a sua ausência, você também economiza energia.

Desligue, também, os registros de água e gás para que não ocorram vazamentos e outros problemas. Além disso, lembre-se de retirar todos os lixos da casa para impedir a proliferação de bactérias e o mau cheiro.

Seguindo essas dicas, você terá mais segurança e tranquilidade para curtir as férias com a sua família, podendo aproveitar todos os momentos de descanso e diversão.

Gostou deste post sobre como garantir a segurança do seu lar durante a viagem de férias? Aproveite para seguir a nossa página do Facebook e fique por dentro das nossas atualizações!

*Emir Pinho é Consultor Internacional de Segurança Integral, Análise de Riscos e Prevenção de Perdas, Gestor Especialista em Segurança Privada e Palestrante.